O príncipe, a cientista e o plebeu

Ficwriter: Vanessa BR
Dragon Ball Z/GT - comédia, drama, romance - original
12 anos - aguardando continuação


O tema dos três anos antes da chegada dos androides já é meio manjado, mas me deu vontade de escrever sobre eles, por isso eu me aventuro a postar esta história. Espero que gostem da história...

 

Capítulo 1

“Aguentando o ‘mal necessário’”

 

Confusão.

Essa era a palavra que melhor definia a situação da mente de Bulma nos últimos meses. Era o espaço de tempo que havia se passado desde a aparição daquele misterioso jovem de cabelo lilás, que dizia ter vindo do futuro, para avisar que, num espaço de três anos, surgiriam androides extremamente poderosos. Desde então, a turma se separou a fim de se preparar para a chegada deles.

A partir dali, sua vida começava a virar de cabeça para baixo.

A brilhante, genial e destemida Bulma, a jovem aventureira intrépida de cabelos azuis, que fora até para o espaço, estava presa... Presa num laboratório para consertar mini-robôs para um guerreiro alienígena lunático.

Seu humor não poderia estar pior... Ou poderia?

Sim, poderia!

A porta do laboratório se abriu de supetão. Bulma logo fechou a cara – ainda mais. Já sabia quem havia acabado de entrar.

- Não sabe bater na porta antes de entrar, Vegeta?

- Entro como quiser. – ele disse, largando um monte de sucata no chão.

- Mais robôs... – ela suspirou.

- Ao contrário... Menos robôs para eu treinar... Já terminou os outros?

- Só falta este... E vai demorar um pouco pra acabar... Foi o que ficou mais avariado.

- Não tenho todo o tempo do mundo, anda logo!

Bulma tentou ignorá-lo e continuar o conserto. Tática difícil...

- Vocês, terráqueos, são um bando de molengas! – ele resmungou. – Vamos, não tenho tempo a perder! Deixa de enrolação!

- Não enche, Vegeta... Ainda vou levar meia hora pra terminar...

- E você pensa que vou ficar aqui feito um idiota pra esperar por meia hora?

- É claro que sim... Não termino antes disso.

- Pff...! Além de irritante, é muito enrolada...

A cientista se levantou da cadeira, já apontando o dedo em riste para o saiyajin:

- Escuta aqui, seu saiyajin lunático! Não fica pensando que aqui você pode fazer o que quiser! Lembra bem... Você está na minha casa, embaixo do meu teto, vivendo às minhas custas!

- E...? – Vegeta não se alterou.

- E QUEM MANDA AQUI SOU EU!!!

- Não me faça rir... – ele sorriu com sarcasmo. – Você, querendo mandar em mim...? Que piada...

Bulma já não aguentava mais aquela cara de cínico do saiyajin e, para completar, estava na “TPM”. Não pensou duas vezes e arremessou uma chave Phillips contra ele. Obviamente, o objeto não o atingiu, ele simplesmente se esquivou.

Mas a chave conseguiu fazer outra vítima...

- AAI!! Ô Bulma, que é isso?? – Yamcha disse levando as mãos à cabeça.

Vegeta se divertia com a cena. A terráquea neurótica tinha acertado o verme – namorado dela – que havia entrado naquele instante. Casal patético, ele pensava.

- Ai, Yamcha, me desculpa! – ela disse indo acudi-lo. – Não era a minha intenção...

- Puxa Bulma... Você tá uma pilha ultimamente... Não acha melhor tirar uma folguinha?

- Cada dia parado – disse Vegeta. – é um dia desperdiçado. Vocês, Terráqueos, além de tudo, são relaxados, mesmo sabendo desses androides! E eu quero esses mini-robôs! Pode ser ou tá difícil?

- Pega esses dois aí por enquanto, já que tá com tanta pressa...

- Você sabe muito bem que eu treino com três mini-robôs... E é com três que quero treinar, não dois!

- Se vira com esses dois aí, ô apressadinho!

- Mas eu quero três, e já! Eles fazem parte da minha estratégia de treinamento!

- Então cria uma estratégia pra dois... “Senhor estrategista”! Só de pirraça, vou deixar pra consertar o outro robô depois do meu lanche!

Nisso, ela empinou o nariz e, junto com Yamcha, saiu do laboratório se sentindo vitoriosa. Já Vegeta... Ficou furioso, mas apenas resmungou:

- Mulher insolente...

A voz dela ecoou lá da cozinha:

- Eu ouvi, Vegeta!

 

*

 

- Que sujeito chato! – Yamcha disse. – Se eu pudesse, já teria despachado esse saiyajin pro outro mundo!

Ele e Bulma estavam na cozinha, cada um comendo um sanduíche e bebendo um suco de laranja.

- E a cabeça? – ela perguntou. – Parou de doer da pancada?

- Um pouco. Acho que não demora muito pra passar. Aquela chave sua é um bocado pesada, não acha?

- Se aquele lunático não tivesse um reflexo tão bom... Ah, eu teria acertado aquela cabeça dura dele com certeza! Acha que pode mandar em mim...

- Claro... Fica enchendo a boca pra ficar o tempo todo se gabando de ser um príncipe saiyajin... E acha que pode mandar em tudo e em todos! É uma pena precisar da ajuda desse sujeito.

Yamcha terminou de comer o sanduíche e bebeu o resto de suco que ainda tinha no copo. Depois disso, prosseguiu:

- Será que realmente precisamos dele pra enfrentar os tais androides? O Goku é um Super Saiyajin... Pra que ele precisaria da ajuda do Vegeta?

- Bom... – Bulma disse. – Segundo o Piccolo, aquele garoto do futuro disse que os androides eram mais fortes que Freeza...

- Mas você viu, como todos nós, que o garoto do futuro era capaz de se transformar em Super Saiyajin, igual ao Goku... E ele fez picadinho do Freeza em poucos minutos...

- Pode ser... Mas, pelo jeito, nem ele conseguiu derrotar os androides... E, além disso, na linha de tempo dele, todos vocês morreram nas mãos deles.

- Sim, isso eu sei, Bulma... Só que ainda não entra na minha cabeça a presença do Vegeta aqui...

- O Piccolo disse que ele é um “mal necessário”.

- “Mal necessário”?

- É. Apesar de não valer nada, ele é forte. Se o garoto do futuro não tiver exagerado, então os androides devem ser muito fortes e é preciso ter os guerreiros mais fortes para derrotá-los. Não estou certa?

- Bom... Pode ser... Acho que tem razão. Creio que a gente sobrevive até lá, aturando o Vegeta.

- É... Aguentando o “mal necessário”...

- Mudando de assunto – Yamcha disse. – Vamos falar de coisas boas. Tem alguma coisa pra fazer hoje à noite?

- Não, e você?

- Também não.

- Bom... Eu aluguei uns filmes, do jeito que você gosta... De ação... Que tal a gente assistir?

- Claro! E depois... Bem... Te beijaria igual o mocinho faz com a mocinha no final...!

- Assanhado...! – ela disse em tom de brincadeira e deu um selinho nele.

“Eu sou mesmo um cara de sorte...”, ele pensou.

Yamcha deu um sorriso. As coisas pareciam entrar nos eixos de novo, no que se referia ao seu namoro com Bulma. Isso, mesmo depois do episódio da explosão da câmara de gravidade da nave Cápsula 3, em que ela correu como doida para acudir Vegeta.

E, depois do incidente, Yamcha tivera uma rara crise de ciúmes, o que causou uma discussão entre eles. No entanto, depois disso e com a cabeça mais fria, percebeu que tudo não passava de uma paranoia inventada pela sua cabeça. Depois, acabaram se acertando, e as coisas começaram a se encaixar de novo.

Tudo voltaria ao normal depois de algum tempo, ele pensava. E já sonhava ter uma família com ela.

 

Aí está o primeiro capítulo. Espero que gostem e que continuem acompanhando...

 

 



    Próximo Capítulo »»»








Comentar Este Texto VIA FF-SOL
Visualizar Todos os Comentários VIA FF-SOL (98 Comentários Atuais)



astanarolac - 2013-05-12 13:45:23
Oi como vai? Suas fics são um máximo. Aguardo continuação




Megawinsone - 2010-12-13 01:32:25
Muito bom o capítulo, gostei muito, achei muito engraçado o Trunks atrapalhando, hahahaha, coitado do Vegeta! Bjs, Mega!

Vanessa BR respondeu: Pobre Vegeta... Na melhor parte, o Trunks realmente o tira do sério! Que bom que se divertiu com a fic! Bjos!





PamelaBriefs - 2010-12-08 13:36:20
To rindo muito aqui kkkk Coitado do Vegeta se sente "deixado de lado Toda vez que ele iam aprofundando... o Trunks começava a berrar kkk Serio, esse capitulo foi demais Continua logo *-* Beijinhos PamelaBriefs

Vanessa BR respondeu: É verdade... Vegeta já tá com ciúme do próprio filho... Que bom que gostou! Continuo assim que possível! Bjos!





PamelaBriefs - 2010-12-03 14:53:56
kkkkkk' Coitado do Vegeta não consegue dormir hehe Um filho da muito trabalho, não pretendo ter o meu muito cedo kkk' Adorei Nota 10! Beijos PamelaBriefs

Vanessa BR respondeu: Hahahah! Trunks é bem barulhento, e não é só nesse capítulo que ele vai dar trabalho... Não sxe preocupa, não é todo bebê que é chorão... Já vi muitos serem supertranquilos... Uma gracinha! Depende de como é cada criança. Que bom que gostou! Logo eu posto mais um capítulo! Bjos!





Megawinsone - 2010-12-01 13:18:38
Oi! Adorei esse capítulo, muito engraçado! O pai da Bulma é uma figura, hahahaha! Estarei ansiosa esperando a continuação! Bjs, Mega!

Vanessa BR respondeu: Tem razão, o Sr. Briefs não fica atrás da esposa... Ele é tranquilo pra caramba, mesmo com a filha e o "genro" surtando! Logo eu posto mais um capítulo! Bjos!





Megawinsone - 2010-11-05 21:33:22
Adorei esse capítulo, ficou muito bom! Gostei do que o Vegeta fez com a prima da Bulma e depois o que aconteceu entre ele e a Bulma, amei! O Yamcha, foi hilário a Bulma perdendo a paciência com ele e a reação dele vendo ela grávida também. Estarei ansiosa esperando a continuação! Bjs, Mega!!

Vanessa BR respondeu: Pode deixar, que logo vem a continuação! Bjos!





PamelaBriefs - 2010-11-05 21:07:11
Capitulo D+ Ri muito quando o Yamcha teve que dormir no sofá e quando ele pensou que o fato da bulma estar gravida era um sonho kkkkk Acho que o Vegeta ter batido na menina (não lembro o nome dela) fez ele parecer "meio" covarde, mais tirando isso o Cap. foi MARAVILHOSO se eu pudesse dar nota maoir que 10 com certeza daria *--* Espero anciosa pela continuação Demora não tá? ;D Beijos PamelaBriefs

Vanessa BR respondeu: Pobre Yamcha... Ele vai pagar mais micos nos próximos capítulos! Mas, como eu expliquei pra Nathalliabrifs [no comentário dela] ele saiu meio covarde, mas é que a intenção era poupar a Bulma de uma confusão ainda maior. Que bom que tá gostando mesmo assim! Logo tem mais! Bjos!







Comentar Este Texto VIA FF-SOL
Visualizar Todos os Comentários VIA FF-SOL (98 Comentários Atuais)
 

 

 

 


Esta página faz parte do site FF-SOL